Treinos de Lawliet

    Compartilhe
    avatar
    Vincent Law
    Game Master

    Mensagens : 241
    Data de inscrição : 25/02/2012
    Idade : 20
    Localização : Rio de Janeiro

    Treinos de Lawliet

    Mensagem por Vincent Law em 15.08.12 17:26


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
    Local destinado a todos os meus treinamentos.
    avatar
    Vincent Law
    Game Master

    Mensagens : 241
    Data de inscrição : 25/02/2012
    Idade : 20
    Localização : Rio de Janeiro

    Re: Treinos de Lawliet

    Mensagem por Vincent Law em 17.08.12 22:11

    Passaram-se semanas de angustia e choro, onde Lawliet sentiu a sua terceira maior perda da vida, que foi a morte de seu mestre, ocorreu em uma batalha intensa, aonde invasores do submundo, chegaram surpreendendo todos dos arredores do santuário, e eliminando dezenas de pessoas, também junto estava Paul, que acabou caindo, pois estava muito velho, e não podia lutar contra espectros dos níveis como de Benu. O novo cavaleiro de sagitário se tornou um dos mais jovens e promissores no Santuário.

    Na casa de Sagitário, sentado nas escadarias da mesma, estava Lawliet, que enxugava suas lagrimas e com o arco ao lado. Alguns cavaleiros passavam e deixavam algumas flores ao lado do cavaleiro de sagitário, e os mesmos voltavam a descer as casas. Lawliet pegava as flores e se levantava, olhando para os céus vendo o sol brilhar e bater na armadura do cavaleiro de ouro. Ele apenas deu um sorriso, tendo seus olhos coberto pela franja de seus cabelos, e adentrou em sua casa, com o arco em mãos.

    Ele se deitou sobre sua cama, em um quarto nos fundos da nona casa do santuário, lá ele viu apenas uma cama vazia e só escutou baixos sussurros, e foi tenta ver o que era, e caminhou da onde vinha este mesmo barulho. Ao abrir a porta de seu armário, ele viu duas meninas, que usavam vestimentas de pessoas da antiguidade. As meninas fecharam os olhos ao perceber que Lawliet só trajava um short, e logo o mesmo se cobriu rapidamente com a coberta, e disse para as duas que estava tudo bem.

    Após um tempo, as duas se explicaram, que estavam escondidas ali, pois não sabiam o que fazer depois de terem fugido de um chefe que troce alguns escravos da Inglaterra para a sua nova moradia na Grécia, ficou com bastante raiva desta mesma pessoa, porem, lembrou algo que seu pai tinha mencionado, e deixou as duas ficarem, sobe uma condição de não sair da casa de sagitário, por nada, as duas aceitaram e abraçaram Lawliet, que ficou bastante vermelho e colocou sua armadura de ouro e direciono-se ao meio da nona casa.

    Mestre Lawliet! O Grande Mestre pede toda sua atenção para uma invasão ao Leste da Grécia, mais localizado em uma aldeia pobre na Turquia, ele pede que o senhor e mais três cavaleiros de prata, seguido por cinco de bronze, detenham o mais de pressa possível estes invasores que possivelmente seriam servos de Hades. Informava um dos servos mais próximos do Grande Mestre, o mesmo corria, subindo as escadarias da casa de sagitário.

    Lawliet olhava para trais, e dava um pequeno sorriso, tendo seus olhos cobertos por seus cabelos, e colocava seu arco as costas e descia as escadarias da casa de sagitário, olhando o céu e vendo já uma terrível escuridão, que já o alertava para os futuros perigos. O cavaleiro de sagitário já chegava até o local onde estavam alguns cavaleiros já preparados. Todos olhavam para Lawliet, ansiosos com quem ele poderia escolher.

    Eu já estava com alguns cavaleiros em mente, e como todos sabe, a missão é de risco, e possível de mortes, então os escolhidos estejam preparados. Quando seu nome for chamado, fique ao meu lado direito, entendido? Todos confirmavam sim com a cabeça, e logo Lawliet começava a chamar seus futuros companheiros. Os cavaleiros de bronze serão: Shingo de Lobo, Axel de Hidra, a Amazona Miriam de Cisne, Baldo de Urso e Ray de Unicórnio. Os cavaleiros de bronze selecionados ficaram ao lado direito do dourado de Sagitário. Bom, agora irei chamar dois cavaleiros de Prata: O primeiro é Soul de Corvo e a Amazona de Lira, Lila.

    Após terminar toda a chamada, Lawliet sai andando seguido pelos seus novos combatentes, os que ficaram, começavam a aplaudir, seguido por vários outros guerreiros que ainda não conseguiram a armadura. Eles já estavam na estrada para chegar até a Aldeia da fronteira Turca com a Grécia. Liderados pro Lawliet, os cavaleiros de bronze cochichavam, enquanto os de prata andavam ao lado do Sagitário. A amazona de Lira olhava para o confiante cavaleiro de ouro, e via um pequeno sorriso em seu rosto, e se sentia confiante novamente.

    Eles já chegavam à Aldeia, e observaram muita gente caída no chão, e algumas casas transformadas em destroços. A amazona de Cisne não conseguia agüentar ver tanta destruição e cobria seus olhos, abrindo um pequeno espaço para tentar ver, porem, não conseguia. Lawliet ainda sabia que alguma coisa estava errada e se preparava com seu arco, e orientando todos para qualquer perigo. O tempo que estava fechado começava a piorar caindo uma chuva, e o cavaleiro de corvo, já aproximava alguns de seus companheiros animal para observar pelo céu.

    Lawliet sussurrou algumas palavras para o cavaleiro de corvo, para qualquer informação passa-se diretamente para ele. Os de bronze se posicionavam, enquanto o sagitário com seu arco dourada mirava para um local onde ele sentiu um cosmo denso. A amazona de Lira acompanhou o cavaleiro de ouro, a mesma começou a tocar sua lira para que tenta-se chamar a atenção do mesmo que ela sentiu a energia. Um homem utilizando uma armadura completamente escura saiu, uma aura maligna circulou completamente o seu corpo, e mais outros seis do mesmo tipo que ele já estava ao seu lado.

    Cavaleiros, já sabem o que fazer. Vamos levar a paz ao mundo, somos os guerreiros que Athena busca para defender o nosso lar, todos juntos defenderemos! Bronzes acabem com eles, enquanto Soul parta ao oeste e descubra mais informações, e Lila, venha comigo. Dizia Lawliet, que já observava os cavaleiros de bronze correndo a direção dos possíveis inimigos, enquanto o prata de corvo já desaparecia.

    A Amazona de Lira seguia o cavaleiro de Sagitário, e também observava a ação do mesmo como um líder, orientando, e assegurando a segurança de seus cavaleiros. Lawliet se posicionou com o arco, e observou três homens conversando entre si e falando algo sobre um plano. Eles pararam e trocaram olhares com sorriso no rosto, e começavam a emanar de seus corpos, cosmos malignos idênticos, mas com uma força mais densa, daqueles encontrados antes.

    Parece que o Grande Mestre se arriscou e mandou o seu único cavaleiro de ouro, ele é um homem corajoso, por isso é o líder de todos os boçais de Athena. Dizia um dos espectros com um sorriso sarcástico, e corria em direção a Lawliet, que utilizava uma flecha comum, enquanto a amazona dava um salto para o lado.

    O espectro vinha com muita agressividade, tendo sua aura maligna cobrindo todo o seu corpo. Lawliet deu um salto para o alto, e o espectro desferia várias bolas de energia negras, mas não atingiam o sagitário. A amazona de Lira observava escondida em uma casa, que não tinha tantos danos, como as outras ao lado. Lila começava a tocar sua lira, criando um som magnífico, porem, deixando alerta os cavaleiros, pois sabiam dos poderes da mesma. O cavaleiro de ouro lançou flechas comuns sobre seu adversário, que acabaram sobrando algumas para tentar atingir os espectros, mas se protegiam com uma barreira de cosmo.

    Aqueles dois seres estranhos que pareciam ter uma cosmo energia mais densa daquele que atacava Lawliet, enquanto o dourado se escondia atrais de alguns escombros apenas olhando, e via seu inimigo vindo de cima utilizando os mesmos ataques, e ele rolava para o lado, e lançava mais flechas. Um dos espectros que estava parado na observação a batalha, decidiu-se entrar na batalha para ajudar seu companheiro. O espectro que adentrou na batalha, utilizou uma técnica bem estranha que acabou pegando o sagitário de surpresa e o fazendo bater na parede.

    Lila ficou bastante assustada percebendo a técnica do espectro, e logo pensou em algo para ajudar o seu líder. Mas antes que pode-se fazer um movimento, ela viu Lawliet fazer um movimento de cabeça, cancelado qualquer investida contra os adversários, além disto, ela saiu correndo e se esconder, mas acabou batendo em alguém, e era Soul, o cavaleiro de corvo que tinha mais informações, os dois começaram a sussurrar.

    Lawliet começava a rir já tendo sangue escorrer de seu nariz, os espectros não entendiam, mas continuavam com seus sorrisos e se aproximando do cavaleiro de ouro. Sagitário se levantou, e abriu as asas de sua armadura e começou a voar como se fosse indo em direção as nuvens, ele acabava a entrar nas mesmas, e os espectros achavam estranhos, porem, concentravam uma grande negatividade de cosmo em mãos, já mirando-as para o céu, esperando qualquer movimento de Lawliet.

    Todos aqueles que ficaram contra a Paz, acabaram caindo, não importa quantos vocês sejam, todos acabaram caindo. Sintam o poder que Athena mi concedeu. Destruição Infinita! Várias flechas douradas saíram das nuvens cercadas pela cosmo energia do cavaleiro de sagitário, os espectros lançavam suas concentrações de energia, que tentavam se chocar contra a técnica máxima de Lawliet, mas que não teve nenhum efeito, as técnicas desceram como chuvas mortais e penetrando completamente a armadura dos servos de Hades.

    Os dois caiam de joelhos no chão, tendo suas armaduras completamente em ruínas, caindo lentamente como se fossem pós. O outro espectro ficava bastante assustado e caminhava para trais, mas era evitado pelo cavaleiro de corvo, enquanto a amazona fazia o mesmo dormir. Lawliet caia como uma estrela cadente, seu corpo atingiu o chão, e uma luz que cercava todo o seu corpo desapareceu, e apenas ficava saindo fumaça de sua armadura. O sagitário seguia rumando para o local onde se encontrava os cavaleiros de bronze, seguido por Soul que carregava o espectro nos ombros e a amazona que ficava ao lado do cavaleiro de corvo.

    Eles chegavam ao local, e percebiam muita mais destruição que o normal, e logo saiam de uma das casas, dois cavaleiros de bronze, bastante feridos e alertavam que os espectros que restavam lá, estavam já caídos. E alguns dos cavaleiros de bronzes estavam bastante feridos, o cavaleiro de bronze, como foi alertado pelo mensageiro do Grande Mestre, de alertar no caso de vitória contra os fortes espectros uma flecha normal ao céu. Lawliet fazia, e assim se ouviu uma repetição de seu feito, e alguns cavaleiros de prata e bronze aparecendo para ajudar os feridos, enquanto o sagitário caia no chão bem cansado.

    avatar
    Felicity
    Players

    Mensagens : 19
    Data de inscrição : 01/03/2012

    Re: Treinos de Lawliet

    Mensagem por Felicity em 18.08.12 12:13

    Gostei bastante de sua história , tem bastantes pontos que me fez me imaginar dentro da luta . Foi ótima , parabéns .

    [+]450 de exp
    [+]550 de dinheiro.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Treinos de Lawliet

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: 22.10.17 11:17